Enfermagem ganha apoio de campanha da OMS e Kate Middleton

Enfermagem ganha apoio de campanha da OMS e Kate Middleton

enfermagem

Enfermagem Agora, é um projeto de três anos em prol da valorização dos enfermeiros, enfermeiras e parteiras.

Organização Mundial da Saúde (OMS) e a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, lançaram, em 27/02, a iniciativa Enfermagem Agora, um projeto de três anos em prol da valorização dos enfermeiros, enfermeiras e parteiras. Embora essenciais no atendimento à população, tais profissionais nem sempre têm suas contribuições reconhecidas em políticas nacionais de saúde. O programa será implementado junto ao Conselho Internacional de Enfermeiros.

De acordo com a reportagem do site da ONU no Brasil, a estimativa é que faltarão 9 milhões de enfermeiros, enfermeiras e parteiras no mercado para satisfazer as necessidades médicas do planeta até 2030. Um dos objetivos da OMS com o Enfermagem Agora, é suprir essa carência, estimulando a criação de programas de treinamento e empregabilidade na área.

Segundo a coordenadora e vice-coordenadora do curso de Enfermagem da UNIFAL-MG, professoras Roberta Seron Sanches e Patrícia Scotini Freitas, a iniciativa da ONU poderá beneficiar os estudantes e profissionais de Enfermagem da Instituição, assim como de todo o país. “O movimento de valorização do enfermeiro no âmbito internacional pode contribuir para a valorização do enfermeiro no cenário nacional, e desta forma, motivar os acadêmicos do Curso de Enfermagem da UNIFAL-MG, como também, incentivar a escolha pela profissão.”, afirmaram.

O curso de Enfermagem sempre foi um dos mais atuantes da UNIFAL-MG na saúde pública de Alfenas e do Estado de Minas Gerais, devido a sua consolidação desde os tempos de Efoa, já que a graduação foi criada na década de 70. Além disso, em 2007, quando foi avaliada pela primeira vez no Exame Nacional dos Cursos de Graduação, atingiu a maior nota de todas as escolas do país, ocupando o primeiro lugar nacional na avaliação. Desde então, foram criados programas de pós-graduação consolidando o perfil de excelência da Escola de Enfermagem.

Para a Profa. Roberta, o diferencial do curso na UNIFAL-MG é a articulação entre ensino, pesquisa e extensão, uma vez que “a integração da teoria à prática proporciona ao acadêmico, a inserção na realidade social, indo ao encontro do que tem sido exposto pela OMS e ONU: o enfermeiro é o profissional de atendimento mais próximo da comunidade”, explicou.

Já a vice-coordenadora do curso destacou que a atuação dos graduandos em parceria com a rede pública, o SUS e ESF, contribui para a formação de profissionais capacitados e com visão humanística. “A inserção dos nossos estudantes nos campos de prática inicia-se já no primeiro ano do curso, abrangendo os diferentes níveis de complexidade. Isso possibilita a formação de profissionais com perfil para atuar na rede de serviços de saúde em todos os níveis de atenção”, contou a Profa. Patrícia.

Para saber mais sobre os cursos da Escola de Enfermagem, acesse:http://www.unifal-mg.edu.br/escoladeenfermagem/

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.