Ex-agente penitenciário é suspeito de integrar a quadrilha no Sul de MG

Ex-agente penitenciário e um homem condenado por homicídio são suspeitos de integrarem a quadrilha que planejou o sequestro de uma gerente de banco em Pouso Alegre no começo de abril.

Ex-agente

Ex-agente penitenciário e um homem condenado por homicídio são suspeitos de integrarem a quadrilha (Foto: Reprodução)

Segundo a Polícia Civil, os dois suspeitos moravam na cidade e são considerados foragidos. Outras sete pessoas já estão detidas.

No dia 5 de abril, uma ação conjunta entre as polícias civil e militar desmantelou uma quadrilha especializada em roubo a banco. De acordo com a PC, a linha de investigação apurava ligações entre criminosos que atuavam em Belo Horizonte com moradores do Sul de Minas. Uma denúncia anônima apontou a existência de um grupo suspeito em Pouso Alegre.

Seis homens haviam alugado uma casa na cidade. Desses, dois foram presos em frente à casa da gerente de banco, que trabalhava em uma agência de Congonhal. Os suspeitos estavam armados e tinham um mapa feito a mão com indicações de percursos a serem feitos na região. Com a prisão da quadrilha, o sequestro e o roubo foram evitados.

Preso no meio de um casamento

Três dias depois, no dia 8 de abril, a Polícia Civil prendeu o sétimo suspeito. Natural de Congonhal, o homem era padrinho de um casamento que ocorria em uma igreja do bairro São João, em Pouso Alegre, quando foi detido. Conforme a Polícia Civil, as investigações apontam que ele monitorava os funcionários do banco e foi o responsável por trazer de BH os seis detidos no dia 5.




One thought on “Ex-agente penitenciário é suspeito de integrar a quadrilha no Sul de MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.