Família de gerente de banco é feita refém em Campos Gerais

Homem, de 35 anos, foi preso e um adolescente, de 16 anos, foi apreendido; ambos foram encaminhados para Alfenas

Família

Família de um gerente da Caixa Econômica Federal foi feita refém (Foto: Cangerê Notícias)

Família de um gerente da Caixa Econômica Federal foi feita refém na noite desta segunda-feira (1º) em Campos Gerais. Um homem foi preso e um menor foi apreendido pela Polícia Civil. A família foi feita refém durante aproximadamente 1h.

Por volta de 20h30, a Polícia Militar foi informada que criminosos teriam entrado em uma casa no bairro Bela Vista. Ao chegarem no local, os militares encontram os dois suspeitos fazendo o gerente, sua esposa e duas crianças, sendo uma de 8 e outra de 1 ano, reféns.

“Diversas tentativas de chamar pela vítima. E ela apresentou-se na janela e fez o sinal de positivo, mas demonstrando muito nervosismo. Aí que foi a suspeição da Polícia Militar que havia alguma coisa errada no interior da residência”, explica o capitão Gláucio Luciano.

Em seguida, os policias entram na casa e começam a negociar com os criminosos. A conversa é tensa. “Presta bem atenção, se vocês não têm nada a perder, nós também não temos nada a perder”, chega a dizer um dos policiais. “Vamos começar agora a cumprir nossa palavra. Vamos começar. Vamos terminar isso daí?”, continua.

Depois de quase duas horas de negociações, os criminosos liberam a família. Ninguém se feriu. O suspeito, de 35 anos, e o adolescente, de 16 anos, já tinham passagens pela polícia.

“A intenção deles era render os familiares, deixar amanhecer o dia, e comparecer com a funcionária do banco até a agência para sacar dinheiro, enquanto o outro permanecia com as outras vítimas como reféns”, conta o capitão.

O homem foi preso e encaminhado para o presídio de Alfenas. Já o jovem será apresentado nesta quarta-feira (2) para a Justiça.




Expresse sua opinião. Comente a matéria acima!